Controle social: as ações do Observatório Social (OSFI) em Foz do Iguaçu (PR/Brasil)

Autores

  • Rafaela Marçal Buono Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Brasil
  • Maria Alejandra Nicolas Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.36428/revistadacgu.v12i22.393

Resumo

Constituição Federal brasileira autoriza uma série de iniciativas de ente público, que viabilizam o controle social por parte da população, tais como os conselhos de políticas públicas e as conferências. Por outro lado, há ações mobilizadas pela sociedade civil organizada, tais como os Observatórios Sociais do Brasil. O objetivo desta pesquisa é analisar as ações do Observatório Social de Foz do Iguaçu (OSFI), em relação ao controle e monitoramento da aplicação de recursos financeiros no município de Foz do Iguaçu nos últimos cinco anos (2014-2019). Para investigar as ações do OSFI utilizou-se o enfoque de pesquisa qualitativa de estudo de caso e, para a coleta dos dados, os métodos de análise de conteúdo e entrevistas semiestruturadas. Analisou-se o website do OSFI, os relatórios das atividades e, foram realizadas entrevistas com voluntários e contratados da organização. Os entrevistados relataram a falta de transparência por parte dos órgãos governamentais, o que dificulta maior acesso da população aos dados públicos, o que impede o controle social. Quanto ao OSFI, os entrevistados relatam que há impacto positivo do Observatório na cidade, especificamente, no que diz respeito ao monitoramento das licitações e obras públicas, assim como, nas ações que visam o aprimoramento da gestão pública e accountability no município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Marçal Buono, Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Brasil

Bacharel em Administração Pública e Políticas Públicas pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) e faz parte da Equipe Técnica do Observatório Social de Foz do Iguaçu desde outubro de 2019.

Maria Alejandra Nicolas, Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Brasil

Doutora em Sociologia (UFPR). Docente da área de Administração Pública e Políticas Públicas e do Mestrado em Políticas Públicas e Desenvolvimento da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), integrante do Centro de Pesquisas Econômicas e Aplicadas (CEPECON).

Downloads

Publicado

2020-12-30